Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
ii-spcpam

II SPCPAM - Figurações, Interculturalidade e Relações de Poder

9, 10 e 11 de junho de 2021

100% on-line e 100% gratuito

Universidade Federal do Amazonas, UFAM
Manaus - Amazonas - Brasil
  • Escrito por Gláucio Campos Gomes de Matos
  • Criado: Quinta, 12 de Dezembro de 2019, 10h53
  • Publicado: Quinta, 12 de Dezembro de 2019, 10h53
  • Última atualização em Domingo, 25 de Abril de 2021, 15h35
  • Acessos: 2719

Em sua primeira edição, realizou-se o Simpósio Processos Civilizadores na PanAmazônia – I SPCPAM foi realizado nos dias 26 e 27 de Novembro de 2018 na Universidade Federal do Amazonas, localizada na cidade de Manaus, estado do Amazonas, Brasil. Nasceu do interesse do grupo de pesquisa Processos Civilizadores na PanAmazônia em levar à comunidade a teoria de Norbert Elias – sociólogo alemão – através de um evento de cunho acadêmico, científico e social. O evento foi divulgado nas mídias sociais e site alcançando um público de 1700 pessoas do Brasil, Estados Unidos, Itália, México e Colômbia e teve a participação de 107 inscritos, divididos entre ouvintes (57 pessoas) e de 42 trabalhos (50 pessoas) em quatro GTs discutindo temáticas referentes à Práticas Socioculturais e Processos Sociais na PanAmazônia; Pesquisa social e educação em tempos de (in)certezas: dilemas e perspectivas; Meio Ambiente, Diversidade Cultural e Comunidades Amazônicas; Esporte, Lazer e Educação Física sob a teoria de Norbert Elias.

Em sua segunda edição, o II Simpósio Processos Civilizadores na PanAmazônia “Figurações, Interculturalidade e Relação de Poder” visa dar continuidade e ampliar as discussões no âmbito social, cultural, político, econômico e ambiental no contexto Amazônico e demais países da América Latina. Por estarmos presenciando momentos de tensões em decorrência das grandes massas de imigrantes por todo o mundo que fogem de problemas políticos e de cidadania, diante a essas adversidades, é preciso lidar com a superação dos preconceitos, problemas linguísticos e a hegemonia histórica de alguns grupos sobre outros. Numa perspectiva processual e figuracional, o evento vem contribuir no entendimento de que os seres humanos vivem em redes de interdependências funcionais, pois suas metas e objetivos desencadeiam processos sociais de longo prazo e a Amazônia não escapa disso.

Nesse sentido, o II Simpósio Processos Civilizadores na Panamazônia irá proporcionar, por meio das mesas redondas, conferências e grupos de trabalhos o debate sobre temas relevantes para a Amazônia como domínio da natureza isto é, uso dos recursos naturais e suas consequências num processo de longo prazo, a tecnização e suas implicações para as questões sociais, ambientais e econômicas da região, a educação e suas modalidades, a saúde e qualidade de vida, a migração e imigração, entre outros temas.  Dessa forma o evento contará com a participação de instituições, estudiosos, pesquisadores, profissionais e estudantes de graduação e pós-graduação (Lato Sensu e Stricto Sensu) de diversas áreas do conhecimento buscando uma interação no vasto campo interdisciplinar e multidisciplinar para estudos Pan-Amazônicos em uma abordagem sistêmica.

Do exposto, para o aprofundamento dos temas convidamos professores e pesquisadores multidisciplinares, a saber: Dr. Adrian Jitschin (Alemanha), Prof. Dr. Tony Honorato; Prof. Dr. Ademir Gebara – Universidade Estadual de Londrina (UEL), André Baniwa, Dra. Maria Beatriz Rocha Ferreira (UNICAMP) entre outros participantes de demais estados do Brasil e países que participarão através de mediação tecnológica transmitida ao vivo pela plataforma Congresse.me.

Uma Amazônia dinâmica e heterogênea está no palco das discussões acadêmicas, políticas, econômicas, ambientais e sociais. Uma Amazônia encoberta muitas vezes por sua natureza possui particularidades que estão para além do natural, habitada por populações tradicionais, povos indígenas e não indígenas, migrantes e imigrantes fazem com que esse lugar múltiplo, cheio de desafios ao seu entendimento, ao seu desenvolvimento. Assim, por suas peculiaridades naturais dos rios e florestas e de sua miscigenação exigem uma abordagem sistêmica das mais diversas áreas do conhecimento em busca de compreender melhor essa região. Numa perspectiva processual e figuracional, a teoria de Norbert Elias vem contribuir na compreensão da interculturalidade, dos processos sociais e das relações de poder no universo amazônico.

 

PÚBLICO ALVO

Este simpósio propõe-se reunir pesquisadores, docentes, profissionais, estudantes de graduação e pós-graduação, assim como organizações governamentais e não governamentais, públicas ou privadas, e intervenientes políticos e da sociedade civil que tenham interesse pelas áreas das Ciências Humanas e Sociais, Multidisciplinares, Interdisciplinares e pelos estudos amazônicos.

 

 

 INSCRIÇÕES

https://eventos.congresse.me/eventos/2spcpam/edicoes/438-2spcpam---1-edicao#registrations

Acesse o site para inscrever-se. Inscrições gratuitas.

 

PROGRAMAÇÃO

Acesse o site! https://eventos.congresse.me/eventos/2spcpam

 

GRUPOS DE TRABALHO

 
GT1. POLÍTICAS LINGUÍSTICAS E POLÍTICAS EDUCACIONAIS NA PAN-AMAZÔNIA
Coordenadora: Profa. Dra. Hellen Cristina Picanço Simas
Grupos étnicos da Amazônia e suas línguas; o princípio da alteridade; linguística, fonologia e fonética.

GT2. AMBIENTE: SUSTENTABILIDADE, POVOS TRADICIONAIS, COMUNIDADES AMAZÔNICAS
Coordenadoras: Prof. Dra. Jocilene Gomes da Cruz e Dra. Shirley Cintra Portela de Sá Peixoto 
Conservação dos recursos naturais e as dinâmicas socioambientais, considerando os princípios da sustentabilidade em comunidades tradicionais amazônicas.
 
GT3. TERRITÓRIO E TERRITORIALIDADES NA AMAZÔNIA: TEORIAS, PROCESSOS E CONFLITOS
Coordenador: Prof. Dr. Ricardo Batista Nogueira
Estudos que aprofundem o conhecimento sobre o processo de transformação territorial contemporâneo na Amazônia, questionando o planejamento governamental com base no conceito de macrorregião e argumentando a respeito da necessidade de serem formuladas políticas públicas para escalas geográficas adequadas aos processos sociais territorializados.

GT4. PROCESSOS CIVILIZADORES E EDUCAÇÃO NA PAN-AMAZÔNIA
Coordenador: Prof. Dr. Nilton Paulo Ponciano
As sociedades contemporâneas vêm revelando um movimento demográfico e cultural que as tornam mais complexas. Essas realidades exigem leituras que valorizem as pluridimensionalidades sociais (raça, etnia, gênero, sexualidade, cultura, educação, classe social, entre outras), para a compreensão dos indivíduos e grupos sociais, trazendo à discussão os cenários educacionais face à heterogeneidade ética e cultural.
 
GT5. O LAZER SOB O VIÉS DO PROCESSO CIVILIZADOR
Coordenadoras: Ma. Joise Simas de Souza Maurício e Ma. Josiani Nascimento da Silva
O lazer na contemporaneidade como instrumento de poder, de disciplina, de autocontrole e de mudança de comportamento. O lazer empregado em políticas públicas para a socialização e inclusão social de indivíduos das mais diversas camadas sociais e faixas etárias, além de ser usado também para obtenção da saúde e da longevidade com qualidade de vida, através de diferentes práticas sociais, esportivas e turísticas de lazer dentro do universo amazônico.

GT6. DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO: PROCESSOS SOCIAIS, COLONIALIDADES E DECOLONIALIDADES
Coordenador: Prof. Dr. Odenei de Souza Ribeiro
Os desafios para o aprofundamento da integração política e econômica entre o Brasil, os seus parceiros do Mercosul e outros blocos e países do continente, interessados na aproximação mútua, procurando criar espaços econômicos, jurídicos, tecnológicos, informativos, culturais e humanos comuns.

GT7. PRÁTICAS SOCIOCULTURAIS E PROCESSOS CIVILIZADORES NA PAN-AMAZÔNIA
Coordenador: Prof. Dr. Gláucio Campos Gomes de Matos 
A formação do Estado e o processo de integração e desintegração; As civilizações Amazônicas; as missões religiosas no Amazonas e na Pan-Amazônia; a individualização no Processo Social; mecanismos de controle sociais e controle dos impulsos e das emoções; surto descivilizadores na Pan-Amazônia; empoderamento de grupos étnicos; Meio ambiente, fogo, água, floresta e práticas socioculturais; A tecnização na Amazônia e a incorporação de mais energia; O desporto como um instrumento civilizatório e grupos étnicos.

GT8. ESTADO, DESENVOLVIMENTO E DIREITOS HUMANOS:DESAFIOS SOCIAIS E POLÍTICOS
Coordenadores: Me. Helso Ribeiro e Adv. Soraney Santos de Albuquerque Gomes de Matos 
A afirmação dos Direitos Humanos na Amazônia envolve desafios sociais, culturais, ambientais e políticos, em uma região de fronteira como onde a miséria, fluxos migratórios e trabalho análogo à escravidão convivem com a rica diversidades biológica e cultural. Neste contexto, a discussão sobre Direitos Humanos é necessária, não apenas como uma consideração cientifica, mas que possa para além dela criar outras possibilidades relacionadas à materialidade do Estado-Nação. Apesar da necessidade incontornável de compreender tais formulações teóricas, é necessário que seus avanços sejam empregados à reflexão das realidades do contexto amazônico: as populações tradicionais, o trabalho escravo e infantil, nos deslocamentos em razão dos grandes projetos econômicos, nos deslocamentos migratórios fronteiriços, na diversidade cultural das populações amazônicas, indígenas, quilombolas e ribeirinhos, na efetivação dos direitos sociais, do direito à saúde e qualidade de vida em face das limitações orçamentárias e do isolamento de populações, por fim, o Poder Judiciário no contexto amazônico. 
 
GT9. SAÚDE - ETNOCONHECIMENTO E CIÊNCIAS NO ENFRENTAMENTO DA PANDEMIA
Coordenador: Prof. Dr. Salatiel da Rocha Gomes
Educação em Saúde no combate à Pandemia da COVID-19; Ações Técnicas de Gestão do Trabalho na Saúde; Conhecimentos Tradicionais para tratamento terapêutico; o papel das benzedeiras na pandemia; Relação ambiente, saúde e sociedade;  História Social de Doenças Endêmicas; Processos de Tecnização na Saúde; Representações Sociais sobre adoecimento, estigma e preconceito.
 

SUBMISSÃO DE TRABALHOS

A submissão dos trabalhos deverá ser realizada de 10 de março a 15 de maio de 2021, até 23h59min. Os trabalhos deverão ser submetidos no endereço: https://eventos.congresse.me/eventos/2spcpam/resumos/enviar-resumo. O participante deve atentar para a submissão na categoria RESUMO SIMPLES (Para resumos para a categoria poster) e RESUMO EXPANDIDO OU TRABALHO COMPLETO (Para trabalhos completos para Apresentação Oral). Ver normas no endereço acima.

 

 

COMITÊ CIENTÍFICO

  • Dr.  Gláucio Campos Gomes de Matos – Universidade Federal do Amazonas (Presidente)
  • Dra. Maria Beatriz Rocha Ferreira – Universidade Estadual de Campinas (Membro)
  • Dra. Jocilene Gomes da Cruz – Universidade Estadual do Amazonas (Membro)
  • Dr. Odenei de Souza Ribeiro – Universidade Federal do Amazonas (Membro)
  • Dr. Nilton Paulo Ponciano – Instituto Federal do Amazonas (Membro)
  • Dr. Tony Honorato - Universidade Estadual de Londrina (Membro)
  • Dr. Ademir Gebara - Universidade Estadual de Londrina (Membro)

 

COMITÊ ORGANIZADOR

  • Ma. Adriana Uchôa da Costa (GPPCPAM)
  • Esp. Anne Gricelda Barbosa Oliveira (GPPCPAM)
  • Me. Antônio Lima Pinto (GPPCPAM)
  • Esp. Elisângela Monteiro Teixeira (GPPCPAM)
  • Me. Joise Simas de Souza Maurício (GPPCPAM, Doutoranda do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer - UFMG)
  • Ma. Josiani Nascimento da Silva (GPPCPAM)
  • Luana Gonzalez de Paiva (GPPCPAM, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia - UFAM)
  • Marcia do Socorro de Albuquerque Oliveira (GPPCPAM, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia - UFAM)
  • Taiana Santos de Albuquerque Gomes de Matos (Discente do curso de direito – Universidade Nilton Lins)
  • Esp. Tamis dos Santos Oliveira Araújo (GPPCPAM)
  • Ma. Tathiana de Alcântara Macedo Daou (GPPCPAM; tradução Inglês)
  • Adv.º Soraney Santos de Albuquerque Gomes de Matos (OAB)
  • Esp. Waldeliz de Freitas Rodrigues (GPPCPAM, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia - UFAM)
  • Me. José Manuel Alvarez Seara (Doutorando do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer - UFMG; tradução Espanhol)

 

REALIZAÇÃO

Grupo de Pesquisa Processo Civilizadores na PanAmazônia – GPPCPAM do Diretório de Grupos do CNPq. Universidade Federal do Amazonas -Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais - IFCHS. Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho - Setor NorteAv General Rodrigo Octávio, 6200, Coroado I. Manaus - AM. Cep: 69077-000.

 

APOIO

  • Programa de Apoio à Realização de Eventos Científicos e Tecnológicos no Estado do Amazonas – PAREV/FAPEAM;
  • Governo do Estado do Amazonas;
  • Pró- Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação – PROPESP/UFAM.

 

INSTITUIÇÕES PARCEIRAS

  • Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
  • Universidade Estadual do Amazonas (UEA)
  • Instituto Federal do Amazonas (IFAM)
  • Comissão de Relações Internacionais da OAB-AM (CORI/OAB)
  • Norbert Elias Fundation
  • Universidad Pedagógica Experimental Libertador (UPEL)
  • National University of Colombia (UNAL)

 

MAIS INFORMAÇÕES

 
Visite nossas mídias sociais:
Instagram: @2spcpam
registrado em:
Fim do conteúdo da página